Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

Deixe-me voar

{...} Você é sempre o escolhido para ouvir minhas tolices. Eu sei que já não deve mais aguentar a minha presença, nem essas rabiscos que ainda ousamos chamar de carta. Por favor mais uma vez, me escuta... Eu sei que você sabe o quanto eu tenho lutado para poder estar sempre comigo - é deve ser estranho de se ler mas acredite, mais ainda é escrever - o quanto tem sido difícil cumprir aquele nosso pacto, lembra? Quando eu te prometi que jamais eu iria deixar de ser eu? Eu lembro, e bem... todos os dias quando acordo, levanto da cama e arrasto meus chinelos velhos pelo frígido assoalho de madeira, e desastrosamente me atrevo a encarar o espelho. Não sei com que coragem ainda faço isso, eu definitivamente não nasci para espelhos, eles são cruéis, te mostram tal qual é, e isso dói, ver que alguém pode ver como eu sou dói. Por favor não tenta agora tentar levantar minha moral, apenas me ouve. Voltando ao nosso acordo. Tem sido difícil... até hoje, mesmo por muitos momentos fraquejando, eu cons…